22 de maio de 2020 13:55

Ufal divulga carta sobre eventual retorno das aulas após a pandemia

Autor: Redação*

A Reitoria da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) divulgou nesta quinta-feira (21) uma carta aberta com as medidas a serem tomadas para um possível e eventual retorno às aulas após uma normalização do cenário epidemiológico de Alagoas causado pelo novo coronavírus (Covid-19).

A Universidade reforçou no documento que, por ora, as aulas presenciais não têm dia e hora para retornarem, mas após sessenta dias de atividades presenciais suspensas, a instituição planeja como será o retorno pós pandemia de Covid-19.

De acordo com a carta, endereçada a toda a comunidade acadêmica, nenhuma medida de retorno das aulas e das atividades acadêmicas será tomada sem que sejam ouvidas todas as instâncias coletivas de decisão da Ufal. Confira abaixo a íntegra da carta aberta.

Segundo a reitoria da Ufal, as primeiras ações e medidas para o retorno já estão sendo tomadas, sendo elas: a) aquisição e estocagem de insumos sanitizantes para disponibilizar nas salas de aula e espaços coletivos; b) estabelecimento de rotinas, preparação de infraestrutura e treinamento de pessoal para testagem para Covid-19 na sociedade e futuramente na própria comunidade acadêmica; c) planejamento das futuras rotinas que implicarão em treinamento e alteração de procedimentos na prestação de serviços das empresas terceirizadas e de seus trabalhadores, como em limpeza e segurança, entre outros; d) permanentes informes à comunidade acadêmica; e) constituição dos diversos grupos de trabalho (GTs) com vistas à adoção de medidas, ações e novas atitudes de prevenção nos mais variados setores acadêmicos e administrativos da Ufal.

“Todos esses aspectos visam construir um protocolo unificado de cuidados entre todos que frequentam a universidade, nos seus mais variados espaços – laboratórios, salas de aula, restaurantes universitários, residência universitária, bibliotecas, salas de coordenações, salas de reuniões, salas de permanência, espaços de atendimento, praças, transporte interno e externo, entre outros” diz trecho da carta.

O documento ressalta que a Ufal vem trabalhando para suavizar os danos causados pela suspensão das aulas presenciais, através do Programa “Ufal Conectada”, que permite integração de estudantes, técnicos e docentes nas várias ações acadêmicas da instituição, seja no ensino, na pesquisa e na extensão.

“Docentes e técnicos têm experimentado treinamentos que resultarão na maximização do uso das tecnologias e ambientes virtuais de aprendizagem. As atividades de pós-graduação em formato não presencial já estão autorizadas, ainda que em caráter voluntário. Estamos agora estabelecendo as bases da possível retomada das atividades de graduação pela via não presencial – o que é um processo muito mais complexo, considerando o perfil socioeconômico dos/as discentes da Ufal”, disse a Reitoria.

Confira aqui, na íntegra, a carta aberta da Ufal.

*Com Ascom Ufal

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *