9 de setembro de 2020 09:17

Patriotas oficializa primeira candidatura à Prefeitura de Maceió

Josan Leite disputará o pleito em chapa puro sangue e buscará associar imagem a Bolsonaro

Redação

No feriadão da Independência, houve a primeira convenção que oficializou o primeiro candidato na disputa pela Prefeitura de Maceió, nas eleições desse ano. Pelo menos em relação às convenções, o candidato Josan Leite (Patriotas) saiu na frente dos rivais e lançou sua candidatura. Leite disputará a eleição em uma chapa puro sangue, ao lado da advogada Inês Falcão.

O partido não fez coligação e entrará no pleito com nove candidatos às cadeiras da Câmara Municipal de Maceió. Serão seis homens e três mulheres. Mesmo sem o apoio oficial do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), Josan Leite já utilizou a imagem do presidente durante a convenção e tenta se associar ao “bolsonarismo”.

Leite é oriundo dos movimentos de rua que pediram o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), nas manifestações que ocorreram em 2015 e 2016. Nas eleições municipais passadas, ele disputou uma das cadeiras da Câmara Municipal de Maceió. Em 2018, pelo PSL – quando a sigla abrigava Jair Bolsonaro – Josan Pereira disputou o governo do Estado de Alagoas e ficou em segundo lugar, com pouco mais de 11% dos votos.

Naquela eleição, o atual governador Renan Filho (MDB) foi eleito no primeiro turno com mais de 77% dos votos. Leite tenta resgatar o ocorrido nas eleições estaduais para conseguir alavancar sua candidatura e chegar ao segundo turno em uma eleição que promete ser uma das mais disputadas da capital alagoana. Pelas recentes pesquisas eleitorais, a corrida é liderada pelo pré-candidato e deputado federal João Henrique Caldas, o JHC (PSB), seguido por Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB), o deputado estadual Davi Davino (PP) e Ronaldo Lessa (PDT).

Levanta Maceió

Com o lema “Levanta Maceió”, Josan Pereira aposta no discurso da “nova política” e se firma como o único candidato assumidamente de direita no pleito. Inclusive, uma das falas de Josan Pereira é justamente o ataque a outros pré-candidatos que ainda tentam associar as suas imagens a de Jair Bolsonaro.

Para Leite, “isso não vai colar”. Ele lembra – por exemplo – que o PSB de João Henrique Caldas é oposição, no campo nacional, ao presidente da República. O candidato do Patriotas se disse confiante em relação a uma resposta das ruas quanto a sua candidatura, apesar de ainda não aparecer com dois dígitos nas pesquisas de intenção de votos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *