2 de outubro de 2020 07:58

Pandemia: Governo libera eventos com limite de até 300 pessoas em AL

Mesmos sem mudar da fase azul para a verde, o governo de Alagoas deu mais um passo na reabertura gradativa do setor produtivo, que vem ocorrendo desde agosto. Em uma edição suplementar do Diário Oficial do Estado foi publicado um novo protocolo para a retomada de eventos sociais corporativos, celebrações e também para a reabertura de parques. Conforme o protocolo, estão autorizados eventos sociais e corporativos, em espaços amplos, com a capacidade máxima de 300 pessoas.

A s medidas específicas e segurança, distanciamento social e higienização estabelecidas pelo Executivo estadual devem ser cumpridas. De acordo com o protocolo, um dos pontos é o espaço de, no mínimo, 6,25 metros quadrados para a acomodação de mesas. Não será permitido – durante os eventos – o serviço de manobristas, e as revistas na entrada devem ser realizadas sem contato físico e com uso de detectores de metal.

Ainda segundo a publicação, os clientes ou convidados dos eventos devem permanecer de máscaras e só devem retirar o equipamento de segurança para consumir alimentos ou bebidas, ou em locais reservados para essa finalidade. Em eventos que tenham pista de dança, só serão permitidas duas pessoas por vez, a exemplo de aniversariantes, noivos, ou debutante com seu par.

PARQUES

O protocolo também trata do retorno dos parques de diversão ou aquáticos que estão instalados em áreas públicas ou privadas. Eles terão que reduzir a capacidade de público no uso dos brinquedos e venda de ingressos para 50% da capacidade. A venda dos ingressos deve ocorrer, de forma preferencial, pro meio eletrônico, cujo pagamento é efetuado com cartão de crédito ou débito e aplicativos bancários, evitando o uso do dinheiro em espécie.

O espaço nos brinquedos deve ser adequado para no mínimo de 1,5m entre os clientes, respeitando o distanciamento social. O embarque e desembarque nos equipamentos também deve ser realizado sem contato físico entre os visitantes e funcionários. Já no caso crianças ou pessoas com mobilidade reduzida a assistência deve ser oferecida pelos membros da família.

Devem ser desativadas piscinas de bolinhas e camas elásticas. Nos parques aquáticos privados, os usuários poderão retirar a máscara antes de entrar na água, descartando-a ou guardando- -a em local seco, mas devem recolocar o equipamento ao sair da piscina. O estabelecimento deverá garantir nível de cloro entre 0,8 e 3 mg/litro e PH entre 7,2 a 7,8 em cada piscina e realizar monitoramento a cada 2h.

Espreguiçadeiras devem ter uma distância mínima de 2 metros entre elas, que devem ser higienizadas após cada uso. Óculos e snorkels, não devem ser compartilhados com pessoas fora do seu núcleo familiar. Os restaurantes, cafés, bombonieres no interior dos estabelecimentos, assim como as atividades de embelezamento, devem atender ao protocolo específico para a sua atividade. Ainda segundo o protocolo está liberado o resgate de um nadador em dificuldades, prestando primeiros socorros ou realizando ressuscitação cardiopulmonar, com ou sem um desfibrilador externo automático.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *