5 de novembro de 2020 10:04

Bolsonaro vem à Alagoas e anunciará R$ 15 milhões para o Canal do Sertão

A primeira visita do presidente Jair Bolsonaro ao Estado de Alagoas ocorrerá hoje. Durante a campanha, ele tinha visita agendada a Alagoas, mas a facada que sofreu em Juiz de Fora (MG) o tirou de sua extensa agenda eleitoral.

N a visita ao Estado, Bolsonaro vai inaugurar o Sistema de Abastecimento de Água do município de Piranhas. A obra contou com recursos federais. O evento será transmitido pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e está agendado para as 9h, no Ginásio Polieportivo Vereador Manoel Vicente Rodrigues, localizado às margens da rodovia AL-220, no Distrito de Piau. Bolsonaro ainda deve sobrevoar os Cânions do Rio São Francisco e demais regiões do Sertão alagoano. Na agenda do presidente, apenas está confirmada a ida à Piranhas, mas nos bastidores se especula a possibilidade de Bolsonaro passar por outras cidades do Estado. A visita faz parte de uma intensificação de agenda que o presidente tem feito com foco em obras hídricas no Sertão nordestino.

GOVERNO FEDERAL

O governo federal tem tido uma preocupação especial com algumas obras no Estado de Alagoas, dentre elas o Canal do Sertão. No sobrevoo, Bolsonaro deve acompanhar a extensão da obra que conta com recursos federais. Em junho desse ano, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, esteve no Estado para verificar o andamento dessas obras e garantiu R$ 36 milhões para a continuidade, em especial para o trecho VI.

A vinda de Marinho já foi considerada uma etapa para a preparação da agenda de Jair Bolsonaro em Alagoas. Apesar da passagem de Bolsonaro por Alagoas ser mais rápida, há um foco também nas obras do Canal do Sertão. O presidente deve anunciar – em discurso – ações no Estado que visam combater os efeitos da seca. Essa tem sido uma das preocupações centrais do governo federal em relação à região Nordeste.

O Canal do Sertão é tido como uma das maiores obras nesse sentido, já que beneficia dezenas de cidades alagoanas com projetos de irrigação e abastecimento. Por essa razão, o presidente anunciará, durante o evento, a liberação de R$ 15 milhões para a continuidade da obra. Além de Bolsonaro, devem vir os ministros Rogério Marinho e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

“O Canal do Sertão é a obra mais importante para a região. Garantir segurança hídrica à população e aos setores produtivos das localidades que sofrem com a seca é prioridade do governo Jair Bolsonaro. Estamos fazendo todo o empenho para assegurar os recursos necessários”, destaca o ministro Rogério Marinho. O Sistema de Abastecimento de Água que será inaugurado pelo presidente contou com investimento federal de R$ 12 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *