15 de janeiro de 2021 11:27

Maia ignora pandemia e quer aglomerar mais de 3 mil pessoas na eleição da Câmara

O ainda presidente da Câmara, Rodrigo Maia, continua com a estranha insistência de eleição presencial da nova Mesa Diretora, em local fechado, apesar da pandemia de coronavírus. Os 513 deputados, além de assessores e servidores, somados, chegam a 3 mil pessoas que voltarão aos estados como possíveis vetores de contaminação.

Maia usa os microfones e redes sociais para “defesa do isolamento” e criticar aglomerações. Mas agora quer impor aglomeração na própria Câmara. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Maia disse há dias que “ninguém ficaria” contra votação presencial: “Defendemos e queremos que os deputados estejam em Brasília”. Parlamentares contrários à ideia afirmam que Maia deve acreditar que eleição presencial pode beneficiá-lo e ao seu pupilo, Baleia Rossi.

O sistema de informática da Câmara já tem disponível um sistema para fazer a votação remota, que Maia cogita apenas para o “grupo de risco”.

Servidores da Câmara, apreensivos, afirmam que o interesse político na eleição passou por cima do sanitário e vai colocar muitas vidas em risco. Solicitado a explicar sua posição, por meio de assessoria, Maia não respondeu.

DIÁRIO DO PODER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *