Sidney Tenório
7 de dezembro de 2019 15:00

Reconhecimento é combustível para o bom servidor público

Fabrício Melo / Jornal das Alagoas

Se tem uma coisa que pode deixar um bom servidor satisfeito é o reconhecimento. Claro que o aumento salarial é importante, mas muitas vezes a motivação pode vir de pequenos gestos por parte da Administração. Somente quem está dentro é quem sabe o quanto existem atitudes injustas e imorais com alguns servidores, que legitimam o significado da palavra.

Falo isso para quem já está no serviço público e para muitos que ainda pensam em entrar nele. É lamentável que nem sempre o funcionário mais dedicado é aquele que goza dos melhores benefícios. E não estou falando de nada ilegal, mas sim de coisas simples como uma escala mais justa de descanso ou mesmo a lotação em algum lugar onde melhor possa exercer suas funções.

Diferente da iniciativa privada, onde os melhores crescem por seus méritos, na Administração Pública muitas vezes cresce o funcionário que bajula o chefe, que tem amigos na “corte” ou mesmo que sabem pedir com jeitinho. O que parece ser uma bobagem ou esperteza fere a princípios constitucionais e legais, como da moralidade, impessoalidade, entre outros. Isso é improbidade administrativa.

Como tento pautar minha vida funcional na ética e na justiça, somente chegarei em grandes postos na Administração Pública pelo suor do meu trabalho. Respeito a hierarquia e prezo pela disciplina, mas dificilmente serei visto em redes de conchavos ou bajulações. E a vitória quando ela é conquistada por esforço próprio é muito mais saborosa.

Por isso que não sou do todo contrário ao fim de algumas regalias dentro do serviço público, deixando este mais parecido com a iniciativa privada. Mas talvez imaginar uma Administração Pública aonde o reconhecimento venha pela meritocracia e não por apadrinhamentos seja apenas uma utopia. E o pior de tudo: quem perde é a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *